Banner
 

30/03/2013

Proteção Financeira para condomínios

Por Carla Farias

Seguro auxilia moradores e síndicos a acabarem com a inadimplência 

A inadimplência nos condomínios aparece como um dos grandes problemas e preocupações de síndicos e moradores. A instabilidade econômica, problemas financeiros e até mesmo o desemprego são os principais causadores desta situação.  Para evitar que o morador de­sempregado não cumpra com os pagamentos mensais do condomínio e prejudique todos os moradores, a Bradesco Vida e Previdência, empresa integrante do Grupo Bradesco Seguros, criou o Seguro Proteção Financeira Bradesco, que garante o recebimento, quitação/amortização dos valores devidos quando, por algum motivo, o condômino não honrar seus compromissos financeiros.
 
Uma alternativa a mais na administração dos recursos dos condomínios, o Seguro Proteção Financeira Bradesco garante ao segurado ou seus beneficiários, a continuidade do pagamento do condomínio, por tempo determinado, na ocorrência de morte, qualquer causa, invalidez permanente total por acidente, desemprego invo­luntário e incapacidade física (autônomos).  “Para estabelecer uma boa convivência com os vi­zinhos, e ter um condomínio organizado e bem a­dministrado, é muito importante o pagamento da taxa mensal. Gostei muito em saber da existência deste seguro de proteção financeira, principalmente para prevenir de um desemprego inesperado, por exemplo, que é o suficiente para nos tornar inadimplente e de­sencadear uma série de problemas”, informou Ana Maria Gomes, moradora do Edifício Carpe Diem.    
 
Se um condômino não paga, os demais, que estão em dia, são afetados com serviços cortados, ou a necessidade de ratear as despesas que não estão sendo pagas. Em muitos casos de inadimplência o morador tenta um acordo com o síndico ou administradora do condomínio para negociar o valor da dívida, porém, quando a situação não é resol­vida e acaba na justiça, estende ainda mais o problema. “Se o morador fica inadimplente das cotas de condomínio, habitualmente faz a cobrança extrajudicial com envio de cartas de cobrança e depois de 90 dias de atraso, a cobrança judicial. Com este procedimento, caso o condômino ainda continue devendo, pode-se penhorar o imóvel e, ainda que seja o único bem da família, o mesmo poderá ser leiloado. E é claro que ninguém quer correr este risco. Esta proposta da Bradesco Vida e Previdência é bastante inovadora e vai auxiliar tanto o condômino, que evita correr este risco e o condomínio que garante o dinheiro em caixa para realizar os pagamentos”, informou a advogada e administradora de condomínios, Rosemar Smera.  
 
 O inadimplente que, provavelmente, está passando por algum problema financeiro e não sabe co­mo reverter, é penalizado de acordo com a convenção do condomínio. Já os outros moradores que estão em dia, algumas vezes precisam até arcar com algumas despesas para cumprir os pagamentos de serviços básicos mensais. "É muito importante um seguro como este. Pois, nos progra­mamos para administrar o condomínio com um determinado valor em caixa, e de repente, de­vido à inadimplência de alguns, não temos o dinheiro suficiente para realizar os pagamentos. Isso acaba gerando um grande pro­blema, e como consequência a taxa extra. Então, nos ajuda a administrar com confiança e reduzir a inadimplência", disse José Carlos Galante, síndico do Edificio Mansão Dalmarvi há 4 anos.
 
De acordo com o Superintendente Executivo da Bradesco Vida e Previdência, Marcelo Rosseti, serão estudadas as características de cada condomínio para que a proposta de seguro atenda todas as necessidades de proteção, respeitando o perfil dos condôminos.
 
O Seguro Proteção Financeira Bradesco é uma apólice de vida em grupo – prestamista, ofertada aos condomínios. O condomínio ao aceitar o benefício, o disponibilizará aos condôminos, uma vez que o valor do seguro será acrescentado na taxa do condomínio, com o objetivo de garantir, por tempo determinado, o pagamento das taxas de condomínio.
 
No caso de inquilinos (imóveis alugados), o segurado será o inquilino, e não o dono do imóvel, relação essa demonstrada no contrato de locação. Serão aceitos como segurados todos os condôminos, desde que respeitem a idade de entrada, conforme regra a ser definida na negociação junto ao condomínio.
 
Como aderir
 
Para aderir ao produto, a Supe­rintendência de Seguros Privados (SUSEP), órgão regulador do mercado segurador nacional, exige que toda adesão a uma apólice de seguro seja forma­lizada via proposta. Sendo assim, como a operação será uma apólice de Seguro de Vida Coletivo, os trâmites necessários serão:
 
Proposta de Seguro (Estipulante)
Será necessário o aceite por parte do condomínio, através de uma Proposta de Seguro, para que então o benefício possa ser repassado a todos os condôminos.
 
Proposta de Adesão Individual
Criado o benefício, todos os condôminos existentes no condomínio deverão autorizar sua entrada na apólice, através da assinatura da proposta de adesão individual.
 
A Bradesco Vida e Previdência, empresa integrante do Grupo Bradesco Seguros, atua no mercado brasileiro há 31 anos. Protege mais de 25,8 milhões de pessoas entre participantes de planos de previdência e seguros, e está presente em todo o País. Possui um portfólio variado de produtos que atende as necessidades específicas de cada cliente.
 
O condomínio que estiver interessado em contratar este benefício poderá procurar os corretores nas agências Banco Bradesco ou também procurar a Bradesco Vida e Previdência, através da filial instalada em Salvador, no endereço Av. Estados Unidos, 26, 6º andar, bairro Comércio e nos telefones (71) 3327-7324/7109.


 
 

Tags:   

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710