Banner
 

11/11/2013

“A luta é minha vida”

Por Carla Brayner


Folguista de condomínio encontrou nas artes marciais uma forma de viver

“Não entro no tatame em busca de vitória, mas sim em busca da minha felicidade”, é assim que Arley Bergson Santos, de 29 anos, lutador profissional, professor de artes marciais e folguista do condomínio Regente Feijó, no Comércio em Salvador, encontra forças e coragem para superar pro­blemas e se tornar um exemplo de vida. 



Sensei Ricardo e Arley Bergson

Quando jovem, ninguém acreditava nele, alguns riam, outros diziam que nunca ia conseguir, hoje, Arley é referência para diversas pessoas. Começou a treinar lutas em 1998, uma época que sua família passava por dificuldades, seu pai o maltratava e sua mãe estava doente. Arley percebeu que a luta poderia ajudá-lo a enfrentar todas as dificuldades. “Queria aprender a bater para tirar a raiva do meu coração. Mas, logo no início aprendi que eu devia controlar e moldar as minhas sombras ao invés de temer a escuridão, controlar e direcionar corretamente a minha ira”, disse. 

As suas características pessoais, também são essenciais para o seu sucesso profissional como folguista e lutador. “Sou uma pessoa extremamente paciente, com autocontrole, respeito ao próximo e com capacidade de me moldar a situações diferentes, prova disso, é o meu cargo de folguista, que me faz a cada mês exercer uma função diferente”, afirmou Arley. 

Em 2012, conheceu o sensei Edson Carvalho, que o incentivou a treinar e aprimorar as técnicas, o corpo e a mente. Já participou de vários campeonatos ocupando as primeiras posições, dentre eles o Abu Dhabi Combat Club (ADCC), em 2012, o  Campeonato Baiano de Jiu Jitsu, e Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu 2012.  Atualmente, está se preparando para campeonatos de MMA. 

Já em 2008, ele começou a ministrar aulas, através de seu projeto social no bairro do Pau Miúdo, para isso desativou uma antiga locadora de games e montou uma pequena academia para dar aulas gratuitas para adultos e crianças. “Este projeto visa muito mais que lutas e músculos, ensina filosofia de vida para os alunos através da própria filosofia das artes marciais: Jamais agredir para impor-se. Procuro colocar no coração de cada aluno que com amor e dedicação podemos nos tornar pessoas melhores”, disse o professor que ainda dá aula na Edson Carvalho Team e em sua própria casa.

“Ajudar a resgatar vidas, isso não tem preço. Você ver um garoto que todos julgavam que seria um traficante ou bandido, e hoje você o ver no mercado de tra­balho, com família formada e dando orgulho aos pais. É realmente maravilhoso. Essa é a maior vitória que eu conquisto”, informou Arley que tem o apoio da Edson Carvalho Team e de Graça Barreto Viagens e Turismo. 

“Quando jovem me questionei: Pra que ainda estou vivendo se já perdi tudo que amava? Mas, hoje, eu sei que preciso continuar vivo para meus alunos, que precisam de mim. Quando eu partir terei a plena certeza que deixei pessoas melhores no mundo, com mais respeito ao próximo, autoestima, e confiantes de que são capazes de vencer e alcan­çar seus objetivos com os pés no caminho correto da vida”, finalizou. 



 

Tags: Folguista  Lutador  Vida Saudável  

Comentários

Outras matérias

13/07/2015

Doenças alérgicas

17/07/2013

Fogos de artifício

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710