17/07/2014

Conta de água fica mais cara na Bahia

Por Carla Brayner

Embasa reajusta a tarifa de água em 7,8% nos municípios em que atua

No dia 06 de junho, passou a vigorar o aumento anual de 7,8% na conta de água da Bahia. Autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), por meio da Resolução nº 002 de 2014, publicada no Diário Oficial do Estado no dia 17 de abril, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) aplicou o reajuste nos municípios em que atua. 

A Embasa encaminhou ao órgão, um pedido de reajuste de 12,12% (4,67% correspondem ao IRT – Índice de Reajuste Tarifário Anual + 7,45% da universalização dos serviços de água e esgoto). “O percentual de reajuste pleiteado pela Embasa foi baseado em cálculos que consideraram o custeio da operação dos seus sistemas e os investimentos para universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário. A partir da decisão da Agersa, a Embasa irá rever seu orçamento para a realização de investimentos durante o período”, informou a Assessoria de Comunicação da Embasa.

Após análise dos dez indicadores de desempenho acordados com a concessionária foi concedido apenas uma elevação de 7,8%, no qual o pedido de 7,45% foi reduzido para 3,13%. A Agersa informou que “levou em consideração na redução do percentual de reajuste, a estiagem prolongada – a pior dos últimos 60 anos -, que assolou o estado da Bahia e que mantém municípios cumprindo planos de racionamento de água”.

Vazamentos

A conservação e manutenção das instalações internas dos imóveis são, de acordo com a legislação e regulamentos vigentes, de inteira responsabilidade dos usuários do serviço de abastecimentos de água. O limite de responsabilidade da Embasa se encerra no ponto de entrega da água canalizada (até a caixa do hidrômetro). Fique atento aos vazamentos em sua casa. Caixas d’água, descargas e torneiras pingando causam prejuízo na conta, pois, de gota em gota, sua conta também vai aumentando. E lembre-se de que as descargas acopladas gastam menos água.

Verifique o vaso sanitário jogando farinha no fundo da privada. Se houver movimentação é porque há vazamento na válvula ou na caixa de descarga.

Para detectar vazamentos em tubos e conexões, mantenha os registros abertos e feche todas as torneiras e saídas de água do imóvel. Observe se o hidrômetro re­gistra alteração nos ponteiros dos relógios ou no marcador depois de uma hora sem consumir água no imóvel.

Veja, também, se não há manchas de umidade nas paredes. E o principal a lembrar: conserte os vazamentos de imediato, assim que forem descobertos.

DICAS DE ECONOMIA




 

Tags: Economia de água  Reajuste conta de água  Vazamentos  

Comentários

Cadê o Síndico é uma realização da Editora União Salvador LTDA.

Travessa Francisco Gonçalves, 01, Edf. Reitor Miguel Calmon, Sl. 303
Comércio - CEP:40.015-090 71 3242-1084 / 3491-0710